Analista e Técnico MPU: você por dentro do concurso!

Voltar para Blog, Notícias e Concursos

Analista e Técnico MPU: você por dentro do concurso!

O concurso do Ministério Público da União já está com a comissão formada e é um dos mais esperados para este ano. A Procuradoria Geral da República (PGR) confirmou a realização do certame, e a comissão, presidida pelo procurador Blal Yassine Dalloul, trabalha para divulgar o edital em agosto, quando expira o prazo de validade do concurso para técnico administrativo e analista de Direito. O próximo passo será a escolha da organizadora e a definição do cronograma do concurso.  O órgão está em fase de negociação com o Cebraspe (antigo Cespe/UnB), que é o mais cotado para ser o organizador do concurso. A expectativa é oficializar a banca à frente do certame até o fim do mês de maio e a escolha será por dispensa de licitação, método mais rápido. As provas deverão ficar para outubro ou novembro, respeitando o intervalo de 60 dias entre o edital e a aplicação das avaliações.

Atualmente, há no MPU mais de 1.700 cargos vagos, para as funções de técnicos e analista em todo o país. O último concurso realizado para os cargos de analista e técnico do MPU foi realizado em 2013 e ofereceu vagas para todos os estados, sendo 38 vagas para o cargo de Analista do MPU (especialidade: Direito) e 109 vagas para o cargo de Técnico do MPU (área administrativa). O número de admissões, porém, foi bem superior. Foram 4.153 convocações, sendo 2.609 de técnico administrativo (nível médio) e 1.544 de analistas. O certame foi organizado pelo Cespe.

As provas versaram sobre questões objetivas para o cargo de técnico, já para os candidatos ao cargo de analista foram avaliados com prova objetiva e discursiva.

                       

Ao todo foram 120 questões nas quais os candidatos tinham que julgar os itens como “Certo” ou “Errado”. O CESPE adotou o tradicional estilo de pontuação, no qual o candidato perde ponto caso marque uma afirmativa de forma incorreta. 

Na seleção de 2013 foram cobradas as seguintes disciplinas:

Conhecimentos básicos

Analistas: Língua Portuguesa, Noções de Informática, Legislação aplicada ao MPU e ao CNMP.

Técnicos: Língua Portuguesa, Noções de Informática, Legislação aplicada ao MPU e ao CNMP, Ética no Serviço Público, Raciocínio Lógico.

Conhecimentos específicos

Analistas: Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito do Trabalho, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Penal Militar, Direito Processual Penal Militar.

Técnicos: Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Administração, Administração de Recursos Materiais.


Outro fator bastante atrativo do concurso é a remuneração dos servidores do MPU. Atualmente, os iniciais são acima de R$ 7 mil para o cargo de técnico e  acima de R$ 11 mil para o cargo de analista, valores atualizados conforme reajuste concedido recentemente. No caso do técnico, o valor é composto por vencimento básico de R$ 2.993,62, R$ 3.382,79 de gratificação de atividade do MPU e auxílio alimentação de R$ 884,00, o que corresponde a R$ 7.260,41. Já o valor de analista no concurso MPU é composto por vencimento básico de R$ 4.911,69, R$ 5.550,21 de gratificação de atividade do MPU e auxílio alimentação de R$ 884,00, o que corresponde a R$ 11.345,90 (a partir de junho de 2017). Aos valores poderão ser concedidos diversos outros benefícios, como vantagem pecuniária individual de R$ 59,87.

Como se preparar para o novo concurso?

Com a proximidade do concurso do MPU, muitos candidatos já estão antecipando a preparação. Mas é preciso saber estudar para alcançar o resultado desejado. Por isso, o Curso Ênfase lançou dois cursos de Reta Final especialmente focados nesse concurso: o Curso Reta Final Analista do MPU – Apoio Jurídico e o Curso Reta Final Técnico do MPU – Área Administrativa.

Além das videoaulas ministradas por uma equipe de professores especializada, os alunos terão acesso aos resumos das disciplinas jurídicas, uma ferramenta indispensável para os estudos, pois auxilia na otimização do tempo. Há também o Guia de Estudos Estatísticos, com o qual os alunos terão o estudo direcionado com base na análise estatística dos assuntos mais cobrados nos editais anteriores. Um detalhe importante, no Curso Ênfase você tem a Garantia da Disciplina Inédita, isto é, o Curso disponibilizará gratuitamente disciplinas que sejam cobradas no Edital publicado após o início das aulas e que não façam parte da grade de disciplinas, durante o período de acesso ao curso.

Para exercitar o conteúdo assimilado, o Curso Ênfase oferece ao aluno o Caderno de Questões, que traz questões de provas de acordo com o foco do seu concurso. Tem ainda o Chat online com os professores, momento em que os alunos acompanharão, ao vivo, dicas de estudos para cada cargo, e o Simulado Online, que possibilita ao aluno descobrir seu nível de preparação e identificar seus pontos fortes e os pontos que precisam de mais atenção.

Caso ainda fiquem dúvidas sobre os conteúdos ministrados, o aluno pode contar com a Central Ênfase de Dúvidas (CED), composta por uma equipe de Tutores e Residentes Jurídicos especializados por disciplina jurídica para tirar as dúvidas dos assuntos abordados em aula. Outro grande destaque do Curso Reta Final é o Superedital, um material elaborado pelos professores, reunindo todos os itens que podem ser cobrados em cada uma das matérias. E tem mais! DUAS GRANDES NOVIDADES para intensificar a preparação e treinar os conhecimentos: as Rodadas de Questões Objetivas Inéditas (elaboradas pelos professores) e a Correção da última prova realizada pela banca organizadora do concurso, para o respectivo cargo do seu curso.

Não há tempo a perder! Conheça mais sobre os cursos de Reta Final para Analista e Técnico do MPU e intensifique sua preparação!

 

Compartilhe este post

Voltar para Blog, Notícias e Concursos