Dia Internacional da Mulher: confira uma entrevista especial com a Professora e Juíza Federal Valéria Caldi

Voltar para Blog, Notícias e Concursos

Dia Internacional da Mulher: confira uma entrevista especial com a Professora e Juíza Federal Valéria Caldi

8 de março. Um dia para celebrar as vitórias e fortalecer a luta por espaço e por representatividade. Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, entrevistamos a Professora do Curso Ênfase, Valéria Caldi, juíza titular da 8ª Vara Federal Criminal, especializada no julgamento de crimes praticados por organizações criminosas. Ela contou um pouco sobre a atuação feminina no Poder Judiciário. Confira! 

Qual o principal desafio enfrentado pelas mulheres na área em que você atua?

Acho que o principal desafio enfrentado pelas mulheres – especialmente na área da justiça criminal – é a necessidade constante de reafirmação de autoridade, de capacidade intelectual, de estrutura psicológica e de coragem, características ainda mais frequentemente associados à figura masculina.

Sou juíza titular de uma vara especializada no julgamento de crimes praticados por organizações criminosas há quinze anos e até hoje ouço perguntas e comentários como: “mas como você aguenta?”;  “você não tem medo?”; “você é respeitada?” ; “isso é uma tarefa para homens”.

Você já vivenciou (ou presenciou) alguma situação discriminatória em relação às mulheres, na sua profissão?

Sim, desde em pequenas situações, em que pude perceber o “estranhamento” diante de uma juíza mulher, até em episódios mais explícitos.

Por exemplo, como, por lei, o MPF tem assento do lado direito do juiz, invariavelmente, quando faço audiência com um procurador homem, a parte ou a testemunha pensam que o juiz é ele e não eu. 

Qual sua visão a respeito da participação da mulher no Poder Judiciário?

O Poder Judiciário  ainda é um ambiente bastante masculino, em que se naturalizou  a sub-representação feminina. Especialmente nos tribunais, permanece uma grande diferença numérica entre homens e mulheres ocupantes de seus cargos , fruto, a meu ver, de uma visão fragilizada da “mulher juíza”.

A AJUFE – Associação dos Juízes Federais do Brasil vem fazendo uma bela campanha para ampliar o espaço feminino no Judiciário, de modo a tornar a participação feminina mais igualitária à masculina.

O que o Dia Internacional da Mulher significa para você?

Mais um dia para refletirmos e reafirmarmos o nosso papel na sociedade. Além de celebrar as conquistas já realizadas, é preciso continuar a luta pela plena igualdade de gênero em todos os extratos sociais e profissionais.

 

Compartilhe este post

Voltar para Blog, Notícias e Concursos