5 dos principais concursos do país, em suas mãos.

Voltar para Blog, Notícias e Concursos

5 dos principais concursos do país, em suas mãos.

Advogado da União, Procurador Federal, Procurador da Fazenda Nacional, Defensor Público Federal e Delegado Federal. Além do status e da excelente remuneração, essas carreiras têm concursos disputados e provas com especificidades que devem ser observadas durante a preparação. 

São cargos importantes, com atribuições expressivas para a sociedade e para o país. Para ser alcançar a aprovação e ingressar em uma dessas carreiras é necessário adotar uma eficiente estratégia de estudo.

CONHEÇA UM POUCO SOBRE 5 DAS PRINCIPAIS CARREIRAS JURÍDICAS FEDERAIS: 

Advogado da União – É uma das carreiras da Advocacia-Geral da União. Esse profissional é o responsável pela representação judicial e extrajudicial da União, e o assessoramento jurídico dos órgãos da Administração Federal Direta do Poder Executivo. O Advogado-Geral da União representa a União perante o Supremo Tribunal Federal. 

Em 2015 foi lançado o edital do concurso para Advogado da União, que oferecia 84 vagas e teve mais de 23 mil inscritos. O prazo de validade do concurso AGU será de 12 meses podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.


Procurador da Fazenda Nacional – Também faz parte da Advocacia-Geral da União e entre as atribuições do cargo estão a atuação na área tributária realizando a cobrança de pessoas físicas e jurídicas, no que diz respeito aos débitos fiscais (previdenciários ou não), inscritos em Dívida Ativa da União, que não foram quitados perante a Fazenda Nacional.

O concurso mais recente para o cargo de Procurador da Fazenda Nacional iniciou em 2015 e encerrou em 2016. Foram ofertadas 150 vagas e o prazo de validade do certame é de 1 ano, podendo ser prorrogado por igual período.


Procurador Federal – O Procurador Federal atua junto às autarquias e fundações. É de sua competência realizar as atividades de consultoria e assessoramento jurídicos à União, em suas referidas atividades descentralizadas, assim como às autarquias e às fundações federais, a apuração da liquidez e certeza dos créditos, inscrevendo-os em dívida ativa, para fins de cobrança amigável ou judicial, entre outras atribuições.

O último concurso para Procurador Federal ocorreu em 2013 e foi realizado pelo CESPE/Unb. Foram mais de 15 mil participantes para 78 vagas ofertadas. Até agosto de 2016, a AGU havia convocado 476 aprovados, bem acima das vagas oferecidas inicialmente. O prazo de validade do concurso venceu este ano, o que aumenta a expectativa para o um próximo certame em 2017.

 O valor inicial do subsídio para esses três cargos é de R$ 17.330,33 e para o último nível da carreira, o valor é de R$ 22.516,94. Alguns dos requisitos para ingressar nas carreiras são: bacharelado em Direito, inscrição na OAB e 2 anos de prática jurídica (valendo o período de estágio ainda durante a faculdade).


Defensor Público Federal – O Defensor Público Federal atua na defesa dos hipossuficientes, na esfera federal, seja judicial ou extrajudicialmente, perante os órgãos jurisdicionais federais, prestando assistência jurídica integral e gratuita às pessoas que não têm condições de custear sua defesa. O carro-chefe da DPU é a esfera previdenciária, na qual o Defensor Público age pleiteando benefícios previdenciários e assistenciais para pessoas que evidenciam a falta de recursos para contratar um advogado particular. O valor inicial do subsídio de um Defensor Público Federal é de R$ 17.330,33, o valor para o último nível da carreira é R$ 22.516,94, e para ingressar nessa profissão é necessário ter bacharelado em Direito,  inscrição na OAB, 3 anos de atividade jurídica, entre outros requisitos.

O último concurso para defensores públicos federais foi realizado no final de 2014, organizado pelo Cespe/Unb e teve sua vigência encerrada em agosto de 2016. Foram ofertadas 58 vagas iniciais, além de formação de cadastro. A DPU deve abrir, em breve, um novo certame. De acordo com a Portaria GABDPGF DPGU Nº 561, de 5 de setembro de 2016, já foram designados os membros da Comissão Organizadora do VI Concurso para ingresso na Carreira de Defensor Público Federal de 2° Categoria. 

Delegado Federal: Esse profissional é o responsável por instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação, orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais, participar do planejamento de operações de segurança e investigações, supervisionar e executar missões de caráter sigiloso, além de outras atividades.  O valor inicial do subsídio é de R$ 16.830,35 e para o último nível da carreira, R$ 22.805,00. São requisitos para se tornar Delegado Federal: Bacharelado em Direito, 3 anos de atividade jurídica ou policial, entre outros.

O edital do último concurso para Delegado Federal foi publicado em junho de 2012, e o certame oferecia 150 vagas para preenchimento imediato. Estima-se que atualmente haja um déficit de 30% nos quadros da Polícia Federal, o que reforça a possibilidade de um novo concurso em 2017.

 


Após estudo e profunda análise dos editais e das provas anteriores desses concursos, identificamos semelhanças e especificidades de cada cargo e elaboramos um curso com um corpo de aulas comum e outros específicos a cada um deles, tudo para otimizar seu tempo e seus estudos, sem cair na tão comum “preparação genérica”. E além disso, estaremos com você durante todas as fases de cada uma dessas provas.

Agora vamos apresentar a nova estrutura, em que 1 único curso irá preparar você de forma específica e objetiva para cada um desses concursos e para todas as fases!

ESTAMOS FALANDO DO CURSO CARREIRAS FEDERAIS (AGU-DPU-DPF) – PREPARAÇÃO COMPLETA!

Para a 1ª Fase: Serão 620 horas de videoaulas gravadas com uma equipe de professores profundamente especializados, que já enfrentaram e venceram os desafios dos concursos federais. Além disso, você terá acesso a apostilas com mais de 6.000 páginas com resumo de todas as aulas, e de acordo com as especificidades de cada carreira, disponibilizaremos rodadas de questões objetivas inéditas, curso online de correção de questões objetivas, simulado online, aula de estratégia e chat online ao vivo com os coordenadores. Além disso, a preparação inclui o raio X da banca e aulas de temas superespeciais, que estejam em destaque no debate jurídico ou na jurisprudência.

Para a 2ª Fase: Aulas de técnica de peças e pareceres específicas para cada carreira, correção de questões discursivas anteriores, aula de estratégia e chat online ao vivo com dicas de estudo.

Para a Prova Oral: Aula de estratégia para cada carreira, chat online ao vivo com dicas de preparação e, para os aprovados na 2ª Fase, simulado com banca presencial, no qual serão reproduzidas exatamente as mesmas condições que os alunos encontrarão no dia da prova.

Essa fórmula só se tornou possível graças a um corpo docente de altíssima qualidade, amplamente formado por professores integrantes dessas carreiras, dentre outros profissionais. O curso está sob a coordenação geral dos professores Érico Teixeira (Juiz Federal TRF2/1º Colocado), Erik Navarro (Juiz Federal TRF2/2º Colocado e Doutorando – Harvard/UERJ) e João Mendes (Mestre e Doutorando pela Universidade de Coimbra), e sob a coordenação específica dos Profs. Arcênio Brauner (Defensor Público Federal) e do Prof. Rodrigo Duarte (Advogado da União). 

O que podemos dizer depois disso tudo? Chegou a sua vez! Você sabe onde nos encontrar: Curso Carreiras Federais (AGU-DPU-DPF) – Preparação Completa.

Compartilhe este post

Voltar para Blog, Notícias e Concursos