O que você precisa saber sobre a carreira na Polícia Federal

Voltar para Blog do Ênfase: Notícias, Artigos e Dicas Para Concursos Jurídicos
Carreira Delegado Federal

O que você precisa saber sobre a carreira na Polícia Federal

Quem pretende fazer um concurso para ingressar no serviço público não pode descartar a oportunidade que é investir em uma carreira na Polícia Federal. A instituição abre certames para cargos de nível superior e médio, além de ofertar salários e benefícios que fazem jus ao compromisso e à qualificação dos seus profissionais.

É comum que muitas dúvidas surjam ao desejar investir numa carreira pública, principalmente em grandes instituições como a Polícia Federal (um dos ramos mais concorridos da polícia). Por isso, decidimos reunir neste artigo tudo o que você precisa saber antes de se candidatar a uma vaga nessa instituição. Acompanhe a leitura!

O que faz a Polícia Federal?

Os agentes que compõem o Departamento de Polícia Federal (DPF) desempenham funções de extrema importância para a estabilidade e segurança do nosso país, em diferentes frentes: investigativa, fiscalização de fronteira etc.

É papel da Polícia Federal manter a ordem pública e assegurar os bens e interesses da União. Com exceção dos profissionais do setor administrativo, os agentes federais atuam em conjunto com a polícia administrativa e judiciária no combate a contrabando, tráfico de drogas, violação de DH (Direitos Humanos), entre outras áreas.

Quais são as áreas de atuação na Polícia Federal?

As áreas de atuação existentes na Polícia Federal se dividem em dois ramos: cargos policiais e cargos administrativos. É fundamental que os candidatos compreendam bem as funções de cada grupo antes de escolher em qual desejam atuar. Veja, abaixo!

Delegado de polícia

O cargo de delegado da Polícia Federal realiza as atividades que envolvem a organização de investigações policiais, coleta e gestão de informações sigilosas. Trata-se de um dos cargos mais concorridos da PF, por não ter uma oferta grande.

Para se candidatar à vaga de delegado, é necessário ter graduação em Direito numa instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e comprovar pelo menos 3 anos de atuação em trabalhos da área jurídica ou policial.

A média salarial para o cargo de delegado da PF está em torno de R$ 22 mil reais, remuneração que pode chegar a 30 mil.

Perito criminal

O campo de atuação do perito criminal é o da pesquisa, coleta de dados na cena de um crime para a apresentação do inquérito e organização das medidas de segurança.

A formação exigida para o exercício deste cargo é diversa e vai depender das áreas em falta na Polícia Federal. A média salarial do perito criminal da PF gira em torno de 27 mil reais e pode chegar a 30 mil.

Papiloscopista

O papiloscopista da PF atua na execução, orientação e supervisão dos serviços ligados à identificação por impressões digitais (papilas dérmicas). O salário inicial deste profissional gira em torno de 11 mil reais e apresenta possibilidades de aumento conforme a classe alcançada.

Escrivão

O escrivão cumpre responsabilidades processuais/administrativas da instituição, como a elaboração de inquéritos policiais e a tarefa de lavrar autos e mandados. O requisito necessário é ter graduação em qualquer área numa instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

O salário inicial do escrivão na PF gira em torno de 11 mil e apresenta possibilidades de aumento conforme o profissional cresce na carreira.

Agente policial

Os agentes policiais cumprem um papel de alto risco na PF, porque são eles os responsáveis pelas atividades ligadas às investigações e operações. A capacitação superior também não exige uma formação específica e o salário deste profissional gira em torno de 11 mil reais e pode aumentar de acordo com a evolução do profissional no cargo.

Como investir em uma carreira na Polícia Federal?

Seja para as áreas de atuação policial, seja para as áreas do setor administrativo, é necessário, primeiro, passar pelo concurso da Polícia Federal.

O processo seletivo submete os candidatos a provas escritas de caráter objetivo e discursivo, exames médicos e testes de aptidão física e psicológica. Para o cargo de delegado, ainda há a realização de uma prova oral; para o cargo de escrivão, um teste prático.

Quer se tornar um dos profissionais da PF? O primeiro passo é planejar sua jornada de estudos para o concurso. O nível de complexidade vai depender do cargo escolhido. Por exemplo, os critérios usados para os cargos de nível superior não são os mesmos para os cargos de nível médio.

A melhor maneira, para todos os cargos, é se apegar a fontes confiáveis e contar com uma equipe de especialistas que podem ajudar você a atingir a aprovação.

Investir em uma carreira na Polícia Federal é um dos principais meios de construir uma vida profissional sólida no setor público. Embora as etapas do concurso sejam bastante concorridas, vimos que a média salarial dos diferentes cargos e as oportunidades para se preparar antes da prova demonstram que vale a pena percorrer esse caminho.

Gostou das dicas? Ajude-nos a compartilhar essa opção de carreira com mais pessoas, basta publicar este artigo nas suas redes sociais. Podemos contar com você?

Compartilhe este post

Voltar para Blog do Ênfase: Notícias, Artigos e Dicas Para Concursos Jurídicos