Concurso TRF3: edital retificado!

Voltar para Blog, Notícias e Concursos
Concurso TRF3: edital publicado!

Concurso TRF3: edital retificado!

Recentemente, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região publicou o edital do concurso TRF3 para Analista e Técnico.
O TRF3 é o órgão de segundo grau da Justiça Federal e abrange os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. 

Neste artigo, você ficará por dentro de todos os detalhes do concurso TRF3 2019 e saberá mais informações sobre os editais de 2015 e de 2013.

Desvendando o edital

  • Data: 2019
  • Status: Edital Publicado
  • Vagas: 09 vagas + CR
  • Cargos: Analista e Técnico judiciário 
  • Lotações: São Paulo e Mato Grosso do Sul
  • Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)
  • Edital: Publicado

Retificação do Edital

No dia 17 de setembro foi publicada, no Diário Oficial da União, uma retificação do Edital de abertura do concurso TRF3 para Analistas e Técnicos.

Foram feitas alterações na nomenclatura e no conteúdo programático para os cargos de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado em Informática e Técnico Judiciário, Área Apoio Especializado em Informática. São alterações no conteúdo específico para cada cargo. 

Veja detalhadamente as alterações aqui.

Edital concurso TRF3 publicado  

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região publicou o tão esperado edital para o concurso TRF3 para Analistas e Técnicos no dia 6 de setembro. Serão 9 vagas imediatas para os cargos de Analistas e Técnicos Judiciários, além do cadastro de reserva.  

A remuneração inicial para o cargo de Analista foi fechada em R$ 12.455,30 e para o cargo de Técnico, R$ 7.591,37.

As inscrições começaram no dia 12 de setembro e vão até 2 de outubro de 2019, através do do portal da Fundação Carlos Chagas.

Para os cargos de Analista o valor da taxa é de R$95,00 e para Técnico de R$85,00.

Cargos ofertados

Analista Judiciário:

  • Judiciária
  • Apoio Especializado, Informática

Técnico Judiciário:

  • Administrativa
  • Apoio Especializado, Informática

As vagas

  • Analista Judiciário, Área Judiciária
    São três vagas (+CR) com lotação para o TRF3 e Seções Judiciárias de São Paulo (SJSP)
  • Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Informática
    Uma vaga (+CR) com lotação para o TRF3
  • Técnico Judiciário, Área Administrativa
    São quatro vagas (+CR) com lotação para o TRF3 e SJSP e do Mato Grosso do Sul (SJMS)
  • Técnico Judiciário, Apoio Especializado, Informática
    Uma vaga (+CR) com lotação para o TRF3

Pré-requisitos para os cargos do concurso TRF3 2019

Para o cargo de Analista Judiciário é necessário ter diploma ou certificado de conclusão de curso superior em Direito. 

E para o cargo de Analista na área Apoio Especializado em Informática, é necessário ter diploma ou certificado de conclusão de curso superior em qualquer área, acompanhado de especialização na área de Análise de Sistemas, com carga horária mínima de 360h, ou curso superior em Informática. 

Enquanto isso, para os cargos de Técnicos, tanto na área Administrativa quanto na área Apoio Especializado em Informática, é necessário ter comprovante de conclusão de ensino médio ou equivalente.

Sobre as provas

Para o cargo de Analista Judiciário, em todas as especialidades, e Técnico Judiciário, Área Apoio Especializado em Informática, a avaliação será realizada através de uma Prova Objetiva dividida entre conhecimentos gerais, de peso 1, e conhecimentos específicos, de peso 3, respectivamente, com 20 e 40 questões. 

Além disso, o processo avaliativo contará com uma Prova Discursiva de Estudo de Caso de peso 1, com 2 questões.

Já para o cargo de Técnico Judiciário na Área Apoio Especializado em Informática, ao invés do Estudo de Caso, a Prova Discursiva será composta pela elaboração de redação de peso 1.

Para todos os cargos as provas terão duração máxima de 4h30.

Locais de prova

As Provas Objetivas, Estudo de Caso e Discursiva serão aplicadas na cidade de São Paulo para os candidatos inscritos nas Unidades de Classificação Tribunal Regional da 3ª Região e Seção Judiciária do Estado de São Paulo. 

Já para os candidatos inscritos na Unidade de Classificação Seção Judiciária do Estado de Mato Grosso do Sul, as avaliações ocorrerão em Campo Grande.

As provas para os cargos de Técnico serão no período da manhã e para os cargos de Analista, da tarde.

Conteúdo programático

Para o cargo de Analista Judiciário, Área Judiciária o seguinte conteúdo foi especificado:

De conhecimentos gerais:

  • Português;
  • Raciocínio Lógico-matemático;
  • Noções dos direitos das pessoas com deficiência;
  • Gestão Pública (noções de sustentabilidade, noções de governança corporativa e noções de gestão estratégica).

De conhecimentos específicos:

  • Direito Administrativo;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Civil;
  • Direito Processual Civil;
  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Direito Tributário;
  • Direito Previdenciário.

Para o cargo de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Informática o seguinte conteúdo foi especificado:

De conhecimentos gerais:

  • Português;
  • Raciocínio Lógico-matemático;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções dos direitos das pessoas com deficiência;
  • Gestão Pública (noções de sustentabilidade, noções de governança corporativa e noções de gestão estratégica).

De conhecimentos específicos:

  • Conceitos de engenharia de software;
  • Orientação a objetos;
  • Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas;
  • Programação;
  • Fundamentos da linguagem;
  • Manutenção de Sistemas;
  • Qualidade do software;
  • Arquitetura.

Já para os cargos de Técnico, para todas as especialidades as seguintes disciplinas serão cobradas:

  • Português;
  • Raciocínio Lógico-matemático;
  • Noções dos direitos das pessoas com deficiência;
  • Gestão Pública (noções de sustentabilidade, noções de governança corporativa e noções de gestão estratégica).

E apenas para o cargo de Técnico Judiciário na Área Apoio Especializado em Informática serãos cobradas:

  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional.

Enquanto isso, os conhecimentos específicos para o cargo de Técnico Judiciário na Área Administrativa são:

  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Processual Civil;
  • Noções de Direito Processual Penal;
  • Noções de Direito Previdenciário;
  • Noções de Direito Tributário.

E para o cargo de Técnico Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Informática, os conhecimentos específicos são:

  • Conteúdo Desenvolvimento;
  • Programação;
  • Normalização de dados;
  • Conteúdo Infraestrutura;
  • Gestão e Governança de TI.

Banca organizadora definida

Em abril, foi realizado um balanço, divulgado no portal transparência do TRF3, indicando que o órgão estava com 462 cargos vagos para as carreiras de Analista e Técnico.
Na sexta-feira, 9 de agosto, em publicação no Diário Oficial da União, a FCC foi definida como responsável pelo certame.
A previsão é de que o edital seja publicado em breve com o descritivo de vagas e informações detalhadas sobre o concurso.

Aprovados concurso Analista e Técnico

 

Últimos concursos TRF3

Concurso 2015

O último concurso do TRF3 ocorreu em 2015, teve como banca organizadora a FCC e ofertou 33 vagas com lotação para o estado de São Paulo (capital e interior). Para os cargos de Analista a remuneração inicial foi de R$ 8.863,84 e para os cargos de Técnico, R$ 5.425,79

Porém, vale lembrar que contando com os reajustes e benefícios concedidos pelo órgão, hoje, os profissionais recebem um valor um pouco mais alto do que o divulgado no edital.

Seguem os cargos ofertados:

Analista Judiciário:

  • Administrativa;
  • Apoio Especializado, Biblioteconomia;
  • Apoio Especializado, Contadoria;
  • Apoio Especializado, Engenharia Elétrica;
  • Apoio Especializado, Medicina Clínica Geral.

Técnico Judiciário:

  • Apoio Especializado, Edificações;
  • Apoio Especializado, Informática.

Os cargos de Analista exigiam a formação em ensino superior, enquanto que os de Técnico exigiam ensino médio completo. 

Se você tem dúvidas sobre qual carreira escolher para iniciar sua jornada de estudos, basta acessar nosso artigo com as 5 diferenças entre Analista e Técnico

Sobre as provas

O processo seletivo foi composto por Prova Objetiva (conhecimentos gerais e específicos) e Estudo de Casos. As disciplinas cobradas para todos os cargos foram: 

  • Português;
  • Raciocínio Lógico-Matemático;
  • Noções de Direito Penal;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional.

Concurso 2013

Em 2013, também com a FCC como banca organizadora, o TRF3 realizou um grande concurso. Foram ofertadas 260 vagas  para os cargos de Analista e Técnico. As remunerações foram respectivamente, R$ 7.566,42 e R$ 4.635,03.

Abaixo consta a relação de cargos ofertados:

Analista Judiciário:

  • Área Judiciária;
  • Oficial de Justiça Avaliador Federal;
  • Apoio Especializado, Arquivologia;
  • Apoio Especializado, Biblioteconomia;
  • Apoio Especializado, Contadoria;
  • Apoio Especializado, Engenharia Civil;
  • Apoio Especializado, Engenharia Mecânica;
  • Apoio Especializado, Informática;
  • Apoio Especializado, Informática (Banco de Dados);
  • Apoio Especializado, Informática (Infraestrutura);
  • Apoio Especializado, Medicina (Cardiologia);
  • Apoio Especializado, Medicina (Ortopedia);
  • Apoio Especializado, Medicina (Psiquiatria);
  • Apoio Especializado, Psicologia do Trabalho;
  • Apoio Especializado, Serviço Social.

Técnico Judiciário:

  • Área Administrativa;
  • Segurança e Transporte;
  • Telecomunicações e Eletricidade;
  • Apoio Especializado, Contabilidade;
  • Apoio Especializado, Enfermagem;
  • Apoio Especializado, Informática;
  • Apoio Especializado, Segurança do Trabalho.

Sobre as provas

O processo seletivo foi composto por duas etapas, as quais variavam conforme cada cargo.
A primeira etapa, objetiva, foi aplicada para todos os cargos e avaliava conhecimentos gerais e específicos.
Os cargos de Técnico Judiciário para a Área Administrativa e o de Técnico Judiciário para especialidade de Segurança e Transporte contavam com outras formas avaliativas. Sendo elas respectivamente, a elaboração de um redação e a prova prática de capacidade física. 

Conteúdo programático

Na Prova Objetiva de conhecimento gerais, para os cargos de Analista Judiciário Área Judiciária e Oficial de Justiça Avaliador Federal e Técnico Judiciário Área Administrativa as seguintes disciplinas foram cobradas:

  • Português;
  • Raciocínio Lógico-Matemático.

Para os demais cargos de Analista Judiciário as seguintes disciplinas foram cobradas:

  • Português
  • Raciocínio Lógico-Matemático;
  • Noções de Direito Penal;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional.

Para os cargos de Técnico Judiciário constavam as seguintes disciplinas:

  • Português;
  • Raciocínio Lógico-Matemático.

E para os demais cargos de Técnico, exceto Técnico Judiciário Área Administrativa, foram cobradas as disciplinas de:

  • Noções de Direito Penal;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional;

Como passar?

O concurso do TRF3 é um dos mais esperados do ano e ter uma rotina de estudos eficaz é imprescindível. Se sua meta é alcançar a vaga no concurso, você não pode perder a chance de estudar com o nosso Reta Final TRF3!

Comece a se preparar!  

CRONOGRAMA
ITEM ATIVIDADE DATAS PREVISTAS
1 Período de inscrições 12/09 a 02/10/2019
2 Último dia para pagamento do valor da inscrição 02/10/2019
3 Publicação do edital de convocação para as Provas e envio do cartão informativo 11/11/2019
4 Aplicação das Provas Objetivas, Estudo de Caso e Discursiva – Redação 01/12/2019
5 Divulgação do Gabarito e das Questões das Provas Objetivas 02/12/2019 
6 Publicação no Diário Oficial da União do Edital de Resultado das Provas Objetivas, Estudo de Caso e Discursiva – Redação 31/01/2020

 

carreiras de analista e técnico

Compartilhe este post

Voltar para Blog, Notícias e Concursos