Conheça o estilo das 5 principais bancas de concurso público do país

Os concursos públicos que temos no Brasil são organizados por diferentes locais, por isso é importante conhecer o estilo das bancas. Afinal, as bancas podem ser “próprias”, quando formadas pelo próprio órgão que realiza o concurso, ou podem ser contratadas, constituindo-se como empresas ou instituições que têm como objetivo a atuação na área de concursos públicos. 

Elas podem realizar desde a organização logística do concurso até a elaboração e a correção completa das provas aplicadas. Dentre as bancas contratadas, cada uma possui um perfil que, se bem conhecido pelo concurseiro, pode auxiliá-lo bastante no direcionamento de seus estudos, potencializando suas chances de ter um bom resultado nas provas. 

Leia também:

Concursos 2022: vagas e editais previstos

Descubra quais são as matérias mais cobradas no TRF3!

O conhecimento do perfil das bancas é importante, pois algumas tendem a cobrar mais jurisprudência, outras a cobrar mais o estudo de legislação seca, outras exigem mais estudo de doutrina ou pode haver uma mistura equitativa de tudo isso. Além disso, algumas cobram questões de “certo” ou “errado”, outras com 4 alternativas, outras com 5.

Sabendo dessas informações, o concurseiro poderá focar seus estudos, conforme o estilo das bancas, para que não fique sem saber sobre o que irá ser cobrado na prova e de que forma o será. Naturalmente, surpresas devem sempre ser esperadas no mundo dos concursos, mas o perfil da banca tende a indicar em que o concurseiro poderá focar melhor os seus estudos para aumentar sua chance de aprovação.

Apesar de existirem muitas bancas, algumas se destacam, seja por serem as maiores ou por serem as mais requisitadas para auxiliar os órgãos públicos em importantes concursos. Assim, apresentaremos aqui, brevemente, o estilo das bancas principais de concursos públicos: Fundação Getulio Vargas (FGV), Fundação Carlos Chagas (FCC), Cespe, Cesgranrio e Vunesp.

1 – Fundação Getulio Vargas (FGV)

A FGV é uma instituição de alto renome nacional, inclusive na área acadêmica, com foco em pesquisa. Ela é a encarregada de elaborar e aplicar a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

É muito comum que a prova da FGV seja composta por questões com enunciados mais longos, focados na resolução de um problema prático, que exigem do candidato uma capacidade de raciocínio e integração de conhecimentos. As questões de uma primeira fase de um concurso sob a sua responsabilidade costumam ser de múltipla escolha, com quatro ou cinco alternativas.

Para ter um bom desempenho nas provas da FGV, o concurseiro deve ter um estudo bastante completo e uniforme de legislação, de jurisprudência e de doutrina que, muitas vezes, são cobradas com uma distribuição proporcional ao longo da prova.

2 – Fundação Carlos Chagas (FCC)

A FCC é também uma tradicional banca responsável por diversos concursos federais, estaduais e municipais.

O estilo de prova da FCC é bastante objetivo, mas exige do concurseiro uma boa capacidade de memorização. Suas questões, de múltipla escolha, com quatro ou cinco alternativas, a depender do concurso, reproduzem o texto literal de leis, muitas vezes, com pequenas modificações que podem passar despercebidas pelo candidato.

Pode ser pedida a questão “incorreta”, pode ser suprimida uma palavra da lei que faz a alternativa estar errada, dentre outras minúcias desse tipo. As provas da FCC não costumam cobrar um conhecimento muito atual de jurisprudência, tendo bastante foco na legislação seca.

3 – Cespe

O Cespe é uma instituição com vínculo à Universidade de Brasília (UnB). Também possui bastante tradição nos concursos públicos brasileiros e suas provas são famosas por adotarem o formato de o candidato ter de julgar diversos itens como “certo” ou “errado”.

Assim, as provas elaboradas pelo Cespe podem ter, por exemplo, 200 questões, nas quais o candidato vai julgando cada um dos itens. Em alguns casos, uma resposta errada pode anular uma resposta certa, interferindo na nota do candidato. Nesses casos, pode até ser mais vantajoso ao candidato não responder à questão do que realizar um chute errado, o que pode reduzir a sua nota final.

O Cespe exige bastante conhecimento de jurisprudência atualizada. Portanto, o concurseiro que for fazer uma prova desta banca deve ter um foco maior no estudo da jurisprudência.

guia completo concurso juiz federal

4 – Vunesp

A Vunesp é uma tradicional banca paulista, que aplica muitas provas dos diversos órgãos existentes no estado de São Paulo.

As questões das provas da Vunesp costumam ter boa redação, o que permite uma adequada compreensão do aluno sobre o que está sendo pedido. A banca costuma distribuir de maneira uniforme, em suas provas, a cobrança de doutrina, de legislação e de jurisprudência, o que faz com que o candidato tenha que dividir seu tempo com foco nos três itens.

As questões desta banca também exigem um grau de interpretação e de conhecimento do Direito um pouco mais aprimorado, pois não costumam se limitar ao texto legal ou a questões estritamente paradigmáticas. Assim, é importante o conhecimento da doutrina e da jurisprudência.

5 – Cesgranrio

As provas aplicadas pela Cesgranrio têm formato parecido com as provas da FCC. Assim, há uma relevante cobrança de lei seca e “pegadinhas” que exploram minúcias dos textos de lei e a atenção do candidato ao enunciado.

O nível de exigência de conhecimento das provas aplicadas pela Cesgranrio, no entanto, costuma ser ligeiramente mais baixo do que as provas aplicadas pela FCC.

Com esse formato, o concurseiro deve focar seus estudos na leitura da lei seca e na realização de questões antigas que, muitas vezes, são cobradas novamente em novos concursos.

Prepare-se com o Curso Ênfase!

Agora que você já sabe o estilo das bancas mais populares do país, não perca tempo e começe a estudar, intensifique os seus estudos com a variedade de cursos preparatórios na área jurídica que só o Curso Ênfase possui. E com essa chuva de editais, desistir não é uma opção! 

Nosso objetivo é que você tenha certeza de que irá passar até nos concursos mais difíceis.

E mais, precisa colocar os estudos em dia? Nós também montamos planners para você cumprir todo o cronograma de conteúdos da carreira jurídica escolhida! Escolha já o seu planner desejado e comece a sua preparação!

carreiras jurídicas 6