Quais são as etapas do concurso de Juiz Federal?

Voltar para Blog do Ênfase: Notícias, Artigos e Dicas Para Concursos Jurídicos
Etapas do concurso juiz federal

Quais são as etapas do concurso de Juiz Federal?

A preparação para concursos públicos do meio jurídico requisita muito planejamento e organização dos candidatos, que buscam aprovação. As etapas do concurso visam selecionar apenas aqueles que demonstram ter os requisitos para o exercício do cargo. No concurso de Juiz Federal, cada etapa apresenta seus desafios e exige novas habilidades.

Reunimos neste artigo, com base nos principais editais de concursos de Juiz Federal TRF1 e TRF3, os pontos que não podem ficar de fora da sua preparação para ocupar esse cargo. Vamos explicar como funciona cada uma das 5 etapas concurso juiz e trazer dicas para que você, concurseiro, tenha um bom desempenho. Confira e tire suas dúvidas!

Etapa 1

A primeira etapa do concurso de Juiz Federal tem caráter eliminatório e classificatório e é composta por uma prova objetiva com 100 questões. Os assuntos que caem na prova são normalmente divididos em três blocos:

  • Bloco 1: Direito Constitucional, Direito Econômico e de Proteção ao Consumidor, Direito Penal, Direito Processual Penal e Direito Previdenciário;
  • Bloco 2: Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Financeiro e Tributário e Direito Empresarial;
  • Bloco 3: Direito Ambiental, Direito Internacional Público e Privado, Direito Administrativo.

Para não ser eliminado na primeira etapa do concurso, o candidato deve acertar o mínimo de 60% de todas as questões da prova e 30% das questões de cada bloco.

Nesta etapa, é importante que o candidato chegue à prova já familiarizado com o estilo de questões usadas pela banca examinadora. Vale lembrar que cada banca tem um estilo de prova diferente, o que pode influenciar na resolução de questões ao longo da preparação do candidato.

Todos os detalhes sobre os conteúdos e o sistema de pontuação usado pela banca estão detalhados no edital do concurso. No entanto, vale a pena consultar os editais dos anos anteriores para entender quais são os temas mais frequentes e conseguir se preparar com bastante antecedência.

Etapa 2

A segunda etapa do concurso de Juiz Federal tem caráter eliminatório e classificatório e é realizada em duas fases.

Prova discursiva

O edital pode informar que a prova discursiva será realizada no formato de uma dissertação somada a duas ou quatro questões. A prova pode exigir conhecimentos sobre as noções gerais de Direito e formação humanística, além de alguns pontos dos conteúdos programáticos.

A prova discursiva tem o valor de 10 pontos, exigindo que o candidato atinja o mínimo de 6 pontos para não ser eliminado.

Prova escrita

A prova escrita consiste normalmente da lavratura de duas sentenças, de natureza cível e criminal respectivamente. A prova escrita também tem o valor de 10 pontos, exigindo que o candidato atinja o mínimo de 6 pontos para não ser eliminado.

Etapa 3

A terceira etapa do concurso de Juiz Federal tem caráter eliminatório e classificatório e é dividida em três fases:

  • Sindicância da vida pregressa e investigação social: esta fase serve para a banca examinadora se certificar da idoneidade moral do candidato para o cargo no serviço público de Juiz Federal, ao considerar aspectos cíveis e criminais, como os antecedentes penais e a existência declarações falsas por parte do candidato;
  • Exame de sanidade física e mental: nesta fase, o candidato se submete a exames médicos para avaliar sua aptidão física e sanidade mental, e garantir à administração pública que ele está em condições plenas para o exercício do cargo;
  • Exame psicotécnico: esta fase serve para avaliar as características psicológicas do candidato, de modo que a administração pública tenha ciência dos traços de sua personalidade que podem influenciar ou não o exercício do cargo. Portanto, o exame psicotécnico não é voltado para avaliar questões relativas ao QI do candidato.

Vale ressaltar que, caso reprovado nessa etapa do concurso, o candidato tem direito a saber o que o conduziu a tal resultado. O candidato que não concordar com o resultado dessa etapa pode solicitar recurso administrativo, mediante o apoio de especialistas na área, para que seus laudos sejam revistos.

Etapa 4

A quarta etapa do concurso de Juiz Federal tem caráter eliminatório e classificatório. Nesta etapa, os candidatos aprovados nas fases da terceira etapa são convocados para uma prova oral cujas questões versam sobre os conteúdos presentes no edital.

Isso significa que a prova oral tem o objetivo de avaliar o conhecimento técnico do candidato sobre os conhecimentos que também são exigidos na prova discursiva: Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Ambiental etc.

Como se preparar para esta etapa? Tudo bem que o domínio dos assuntos já foi avaliado na prova discursiva, mas o nervosismo no momento da arguição pode ser um obstáculo para o candidato.

Mas é importante saber que a quarta etapa é apenas outra forma de expressar seu conhecimento, nesse caso, oralmente. Por essa razão, a preparação deve incluir não só o estudo dos assuntos, mas também simulações orais.

Reúna amigos que estejam na mesma condição para que eles formulem perguntas sobre os temas e você possa respondê-las logo em seguida. Treinar sozinho também é valido. Técnicas de fonoaudiologia contribuem para que as suas palavras soem com mais naturalidade e lhe garantam mais confiança durante a prova.

Etapa 5

Após a avaliação da prova oral, os candidatos devem se submeter à avaliação de títulos antes que saia a lista definitiva de aprovados. Nesta etapa, de caráter classificatório, a banca examinadora leva em consideração os documentos referentes às atividades profissionais e acadêmicas do candidato — documentos que também pode ser solicitados na fase de inscrição definitiva (etapa 3).

Para o candidato, é muito importante conhecer antecipadamente as etapas do concurso de Juiz Federal. Este é um dos cargos públicos mais concorridos do País, ao lado do cargo para a magistratura estadual. Por essa razão, vale a pena fazer de tudo para saber o que a banca examinadora vai avaliar ao longo do concurso e se planejar para responder à altura.

O que acha de um breve resumo sobre cada etapa (concurso juiz)? Fizemos um para você logo abaixo:

  • Etapa 1: prova objetiva (eliminatória e classificatória);
  • Etapa 2: prova discursiva e prova escrita (eliminatória e classificatória);
  • Etapa 3: inscrição definitiva, dividida em três etapas: sindicância, exame de sanidade físico e mental e exame psicotécnico (eliminatória e classificatória);
  • Etapa 4: prova oral (eliminatória e classificatória);
  • Etapa 5: avaliação de títulos (classificatória).

Gostou das dicas? Para ficar ainda mais por dentro desse assunto, leia o guia completo sobre o concurso de Juiz federal TRF1!

Compartilhe este post

Voltar para Blog do Ênfase: Notícias, Artigos e Dicas Para Concursos Jurídicos