Simulado para concurso: por que você deve fazer?

Voltar para Blog do Ênfase: Notícias, Artigos e Dicas Para Concursos Jurídicos
Jovem fazendo simulado para concurso

Simulado para concurso: por que você deve fazer?

Você já deve ter ouvido falar sobre a importância de fazer simulados durante a preparação para concursos. E não é à toa. Essa é uma prática muito recomendada por especialistas e está no topo da lista de dicas dos aprovados nos concursos mais difíceis

Tudo isso, pois fazer simulados traz inúmeros benefícios: não só ajuda na memorização dos assuntos cobrados, mas também contribui em outros aspectos que podem fazer toda a diferença para a performance na prova. 

Selecionamos os principais motivos pelos quais você deve incluir essa prática no seu plano de estudos. Quer saber mais? Continue a leitura e confira!

1. Ensina a gerenciar o tempo na prova

Um fator de extrema importância para quem estuda para concursos é o tempo de realização da prova. Pode parecer simples, mas controlar bem o tempo disponível ainda é um grande desafio para muitos. Isso porque não basta somente responder às questões, é preciso reservar um momento para revisar as respostas e passá-las para o gabarito com tranquilidade.

Por isso fazer simulado é tão recomendado. Com ele você tem uma noção real de quanto tempo gasta para finalizar a prova e como deve administrar melhor esse período. Para isso, é essencial que você coloque um cronômetro antes de começar e também tenha em mente a quantidade de minutos, em média, para a resolução de cada questão. 

Não se preocupe se no seu primeiro simulado você ultrapassar o limite; é comum que isso aconteça no início. O importante é você continuar praticando até conseguir realizar o certame em tempo hábil. 

2. Ajuda a identificar as lacunas e falhas no aprendizado

Um dos erros mais comuns de quem está se preparando para concursos é estudar às cegas, seguir somente o instinto, sem saber exatamente o que deve priorizar. Entretanto, sabemos que para ter um bom desempenho é essencial identificar as falhas no aprendizado o quanto antes.

Fazer simulado para concurso é uma oportunidade de descobrir com clareza não só as suas dificuldades como também as habilidadesEsse mapeamento preciso possibilita uma mudança na rota de estudos antes da chegada da prova, se for necessário. Por exemplo, se na correção do seu simulado você perceber que não foi tão bem em Direito Tributário, você pode alterar sua rotina de estudos, colocando mais foco nessa disciplina. 

A dica é: nunca confie somente nos seus instintos; faça, refaça provas anteriores e confirme (ou não) suas teorias somente por meio de resultados.

3. Prepara física e psicologicamente

Muitas vezes a questão física e mental acaba sendo negligenciada, mas ela também deve ter sua devida atenção. Afinal, passar horas dentro de uma sala fazendo um enorme esforço mental pode não ser muito agradável.

Uma maneira de reduzir os impactos desse desafio é se preparando através dos simulados. E quando se trata de concursos: treino é jogo e jogo é treino!

Mas o que isso significa? Significa que você deve experienciar, de fato, as mesmas condições da prova, reservando o tempo de duração do seu concurso, escolhendo um local silencioso e fazendo pausas estratégicas para se alongar ou beber uma água.

Com isso, tanto corpo como mente estarão mais habituados a passar pelos obstáculos de ficar na mesma posição por um longo período ou de enfrentar a pressão psicológica que a prova impõe.

4. Diminui a ansiedade

A ansiedade é um sentimento que acompanha o concurseiro desde o momento em que ele decide estudar para concurso e, principalmente, quando a prova está se aproximando.

Mas como lidar com esse sentimento e diminuir seus impactos? A resposta é simples: conheça seu “inimigo”. Pense assim: quando estamos em algum lugar com o qual não somos familiarizados, aquilo de certa forma nos inibe e nos deixa tensos. Mas quando encontramos algum conhecido, já ficamos mais tranquilos.

O mesmo ocorre com o concurso, quanto mais você estiver habituado com aquela situação, menos medo e insegurança terá. Com a prática, você se sentirá muito mais confortável e também confiante para enfrentar a prova. Mas esse é um assunto para o próximo tópico!

5. Estimula a motivação e a confiança

Como já comentamos, fazer simulados também possibilita identificar suas habilidades. E o resultado dessa percepção é: um concurseiro muito mais confiante e motivado.

Ver que sua taxa de acertos está subindo a cada novo simulado, perceber que você domina determinada disciplina ou que melhorou o desempenho em outra, elaborar uma estratégia de estudos e notar que ela está funcionando melhor são pequenas doses de motivação que vão impulsionar a sua preparação dia a dia.

O objetivo deste artigo não é fazer com que você abandone as videoaulas, resumos e e-books e estude somente através dos simulados. Até porque são esses materiais que vão fornecer a base necessária para a sua aprovação.

Por outro lado, os simulados funcionam como uma ferramenta complementar para te ajudar a mensurar o quão eficaz até sendo a metodologia que você escolheuSeja para reforçar que você está indo pelo caminho certo ou indicar pontos de melhorias.

Agora que você já conhece todos os benefícios de fazer simulados, que tal começar a praticar? Preparamos uma prova com as questões mais cobradas em concursos de carreiras jurídicas para você testar as suas habilidades e se habituar com o cenário dos concursos. Inscreva-se e comece agora!

Compartilhe este post

Voltar para Blog do Ênfase: Notícias, Artigos e Dicas Para Concursos Jurídicos