TRF1, TSE e TRE-RJ têm concursos confirmados para analistas e técnicos judiciários

Voltar para Blog, Notícias e Concursos

TRF1, TSE e TRE-RJ têm concursos confirmados para analistas e técnicos judiciários

Foi aprovado pelo Congresso Nacional o orçamento da União para 2017. Uma das previsões orçamentárias que consta no documento é para novas seleções do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  e do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), contemplando as carreiras de técnico e analista judiciário.

Saiba mais sobre a situação de cada Tribunal!


TRF1: A comissão do próximo concurso está formada desde fevereiro de 2015. Serão oferecidas para os cargos de técnico judiciário (nível médio) e analista judiciário (nível superior), os mesmos da última seleção. 

Com a aprovação do orçamento, o órgão deverá elaborar uma minuta do edital e, em seguida, iniciar o processo de escolha da organizadora. O prazo de validade do último concurso foi encerrado no dia 3 de julho de 2015. Foram convocados 1.122 servidores aprovados ao longo de quatro anos. Destes, 506 foram para técnico judiciário na área administrativa. 

TSE: No orçamento aprovado são estimados, no próximo concurso, 40 mil concorrentes ao cargo de técnico e 30 mil ao cargo de analista, com previsão de recolhimento de R$5 milhões, caso a taxa de inscrição seja de R$65 para o primeiro e de R$80 para o segundo. Dependerá praticamente do próprio tribunal a abertura do concurso, uma vez que o TSE é um órgão do Poder Judiciário e não depende de autorização prévia do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. 

Outro fator que reforça uma nova seleção pública é que a validade da anterior terminou em abril de 2016. Logo, não há mais um cadastro de reserva válido. Além disso, 118 cargos efetivos foram criados no TSE em janeiro de 2016, por meio da Lei 13.250/16. Desses, 110 são para analista e oito para técnico judiciário. 

TRE-RJ: No dia 12 de dezembro expirou o prazo de validade da seleção anterior, realizada em 2012, sendo assim não há mais um cadastro de reserva válido para ser utilizado em caso de necessidade de se realizar novas contratações. Dessa forma, só resta ao TRE-RJ abrir um novo concurso para poder realizar contratações e suprir carência ou fazer reposição de pessoal, por aposentadorias, desligamentos, mortes e invalidez. O TRE também já iniciou um processo interno de remoção de servidores (em vista de realocá-los em outros postos de trabalho e detectar a carência de pessoal), que geralmente precede a abertura de concursos. Ao fim dessa etapa, o Tribunal terá um mapeamento da necessidade de pessoal em seus cartórios eleitorais. Feito isso, a expectativa é de que iniciem aos preparativos do concurso, com o processo de escolha da organizadora e definição dos cargos/especialidades que serão oferecidos.

Fonte: www.folhadirigida.com.br 

Não perca tempo! A hora de investir em sua preparação é AGORA! Clique AQUI e conheça os cursos para Analistas e Técnicos de Tribunais e MPU!

 

 

 

Compartilhe este post

Voltar para Blog, Notícias e Concursos